O Bacharelado em Matemática tem por objetivo formar futuros pesquisadores e professores do ensino superior para atuar nas várias áreas da Matemática. O curso proporciona uma sólida formação em Matemática que permite aos egressos seguirem seus estudos de pós-graduação (mestrado e doutorado) nas melhores instituições do país. O mercado de trabalho tem reconhecido, cada vez mais, as possibilidades de um profissional com uma boa base em Matemática e nossos alunos também têm encontrado interessantes colocações fora da carreira acadêmica, notadamente para desenvolver trabalhos na área de informática ou junto ao mercado financeiro.
O Departamento de Matemática do IME é responsável pelo curso e anualmente são oferecidas 30 vagas.


Perfil do Ingressante

Um futuro estudante de Matemática deve, em primeiro lugar, gostar de Matemática. O gosto por desafios, a capacidade de concentração, a tenacidade e o fato de achar a Matemática divertida são claros sinais de que este curso é para você!


Currículo

Além das disciplinas de Matemática, no primeiro ano do curso o aluno tem contato com as áreas de Estatística, Computação e Física, se familiarizando com algumas aplicações e motivações da Matemática. Ao longo dos 4 anos do curso, as disciplinas oferecidas abrangem as idéias fundamentais de cada uma das grandes áreas da Matemática, a saber: Álgebra, Análise, Fundamentos, Geometria e Topologia. Ao se formar, nosso aluno terá tido contato com cada uma destas áreas.

Grade curricular (Sistema Júpiter Web)


Atitude durante o curso

O curso exige bastante dedicação do estudante que, além de participar das aulas, deve aprofundar os conteúdos através de leituras e exercícios. Este trabalho fora de sala de aula, em grupo ou individual, é muito importante para o sucesso no curso. Freqüentar a Biblioteca, formar grupos de colegas que estudem juntos, conversar com outros estudantes, professores e monitores: estas atitudes ajudam em muito a alcançar bons resultados. Para um futuro pesquisador, é também muito importante desenvolver um trabalho de Iniciação Científica, junto a um de nossos professores.


Bolsas, monitorias e estágios

Os alunos do Bacharelado com bom desempenho no curso podem se candidatar a uma monitoria (uma espécie de ajudante do professor para corrigir listas, dar plantão, etc) ou uma bolsa de Iniciação Científica (trabalho que é desenvolvido sob orientação de um professor, abordando conteúdos que não são tratados no curso). Ambas as atividades são remuneradas. A Iniciação Científica também pode ser feita sem bolsa. Outra modalidade de bolsa foi recentemente implantada pela Reitoria da USP para ajudar especialmente os estudantes com dificuldades financeiras: a bolsa Ensinar com Pesquisa, onde também é desenvolvido um trabalho sob orientação de um professor, ao longo de um ano.
De forma geral, os alunos do IME que procuram estágios ao longo do curso não têm dificuldade em conseguir uma colocação interessante. Cabe ao aluno procurar algo que contribua na sua formação.


Perfil dos formandos

Almejamos, através do ensino desses conteúdos, desenvolver a capacidade de abstração e a habilidade para formular e resolver problemas, habilidade esta que certamente será útil em diferentes ramos de atividade. Ao término do curso, esperamos que o formando tenha conquistado razoável autonomia para o estudo nas diversas áreas da Matemática, estando apto, por exemplo, a compreender um artigo de pesquisa e assimilar novos conceitos.

Mais informações:

MAT0148 - Introdução ao Trabalho Científico