ISBN, ISSN e DOI

ISBN para Publicações IME

ISBN – International Standard Book Number é o sistema internacional que identifica numericamente os livros segundo o título, autor, país, editora, individualizando-os inclusive por edição. Utilizado também para identificar software.

Para solicitar o ISBN envie o pedido por email: bib@ime.usp.br

Após ser publicado, pedimos que um exemplar do livro seja encaminhado por doação para a Seção de Aquisição para ser incluído no acervo da Biblioteca.

Veja também outras informações sobre ISBN em:  https://servicos.cbl.org.br/isbn/


ISSN

O ISSN (International Standard Serial Number), sigla em inglês para Número Internacional Normalizado para Publicações Seriadas, é o código aceito internacionalmente para individualizar o título de uma publicação seriada. Esse número se torna único e exclusivo do título da publicação ao qual foi atribuído.

O código ISSN deve ser solicitado ao Centro Brasileiro do ISSN. Desde 1975, o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) vem desenvolvendo as funções de Centro Nacional da Rede ISSN.

A solicitação é gratuita, veja mais informações em: http://cbissn.ibict.br


Identificadores de Documentos Digitais

DOI – DIGITAL OBJECT IDENTIFIER  (Identificador de Objetos Digitais) é um número identificador de conteúdos em ambiente digital que confere a certeza de que o artigo científico foi publicado eletronicamente e de que é o original.

O DOI é cedido para qualquer instituição/organização para uso em suas obras digitais, incluindo onde eles podem ser encontrados na Internet. Outras informações em formato digital podem mudar a qualquer momento, incluindo o seu local, mas o DOI não mudará.

Portanto, este identificador é o responsável por tornar os arquivos permanentes na internet, e não trabalha apenas com artigos científicos, mas também com vários tipos de documentos digitais disponíveis online.

O DOI é composto por duas partes:

  • Prefixo: refere-se ao publicador do documento, ou seja, a instituição, revista ou editora que publicou aquele DOI.
  • Sufixo: é determinado pelo responsável pela publicação do documento.

O prefixo será sempre o mesmo e o sufixo fica a critério de cada editor. Os livros ou artigos publicados em periódicos geralmente utilizam como sufixo o número que já consta do ISBN ou ISSN ou nos dados bibliográficos da obra, tais como volume, número e página inicial e final do documento. No caso dos eventos, o sufixo pode ser a URL.

O DOI é emitido por agências de registro autorizadas, como Crossref, pessoas físicas não conseguem emitir o DOI por conta própria. É preciso entrar em contato com empresas que trabalham com o DOI,  ou com as instituições autorizadas.

A USP emite o DOI para os documentos depositados em seus repositórios e bibliotecas digitais.

Para mais informações, veja o GUIA DO USUÁRIO DO DIGITAL OBJECT INDENTIFIER.

Para pesquisar o DOI de um documento ou artigo, acesse: https://search.crossref.org/