Entre os dias 07 e 09 de agosto deste ano aconteceu a 8ª Feira das Profissões da USP. Com público estimado de 60 mil visitantes, a Feira foi realizada no Parque CienTec, também da USP. O evento está voltado para estudantes do Ensino Médio que precisam de elementos para tomar sua decisão sobre que carreira seguir. Lá eles podem visitar os estandes das diversas unidades e conversar com monitores e professores dos cursos para sanar suas dúvidas e já faz parte do calendário obrigatório dos vestibulandos.

DSC 0003

O estande do IME estava lotado o tempo todo, provando que a Matemática não é tão temida e pode sim despertar o interesse dos jovens vestibulandos, como o aluno Guilherme Alexandre, da E.E. Jacques Félix, de Taubaté, que já tinha claro em sua cabeça que queria dar aulas, seguindo os passos de sua mãe. Mas na visita ao estande do IME os alunos se deparam com uma realidade muito mais ampla que apenas as salas de aula; descobrem que há quatro departamentos no Instituto e um sem fim de áreas nas quais alguém formado em Matemática pode atuar.

DSC 0020

Os voluntários, sempre animados, se desdobram para responder à avalanche de perguntas que os estudantes ansiosos formulam, como a dúvida – bastante comum na Feira – trazida pelo estudante Victor Marques, que queria saber sobre as diferenças entre Engenharia e Ciência da Computação: “quando você tem um problema com seu computador, tudo que você chuta é Engenharia, tudo que você xinga é Ciência!”, explica de modo muito bem humorado o monitor Fábio Hirano. “Aqui a gente procura ser bem claro, é como explicar o curso em um ‘tweet’”. Tendo participado desde a primeira Feira, diz que vem notando que as dúvidas têm ficado mais específicas e que o interesse está cada vez maior: “o mercado tem aberto os olhos para os cursos do IME, o que se reflete até nas notas de corte que vêm subindo”. Outra coisa que notou foi a mudança na estrutura da Feira: “antes era mambembe e fomos um dos pioneiros a trazer algo que não fosse folder”, diz, se referindo às peças da Matemateca, que fazem o maior sucesso entre os estudantes.

DSC 0070

Muitos professores também se engajam, dando palestras e até se prontificando a ficar no estande atendendo os alunos. A Profª Dóris Satie M. Fontes, formada pelo IME e atual membro do Conselho Regional de Estatística, participa há seis anos da Feira e ressalta a importância de despertar o interesse dos alunos desde cedo, por isso, entre outras atividades de divulgação da Estatística, colocou a Feira das Profissões em seu calendário e sempre participa como voluntária do evento.

DSC 0040