IME-USP

Modelagem para dados de sobrevivência com censura dependente: aplicação para análise do tempo de sobrevivência ajustado pela qualidade de vida

DEFESA DE MESTRADO
Candidato: Fernando Henrique Sousa Barreto
Orientadora: Profª.Drª. Gisela Tunes da Silva
Data da Defesa: 17/11/2020
Horário: 10:00 horas
TítuloModelagem para dados de sobrevivência com censura dependente: aplicação para análise do tempo de sobrevivência ajustado pela qualidade de vida
ResumoBARRETO, F. H. S. Modelagem para dados de sobrevivência com censura dependente: aplicação para anáalise do tempo de sobrevivência ajustado pela qualidade de vida. 2020. 137 f. Dissertação  (Mestrado) – Instituto de Matemática  e Estatística, Universidade de São Paulo,  São Paulo, 2020.
 O Tempo de Sobrevivência Ajustado pela Qualidade de Vida (TSAQV) tem sido bastante utilizado em análise de dados na  área médica. A motivação deste trabalho está em um estudo de coorte prospectivo nas UTIs de dois hospitais públicos brasileiros especializados em tratamento oncológico, Instituto do Câncer Dr. Octavio Frias de Oliveira (ICESP) e Fundação Pio XII – Hospital do Câncer de Barretos. Um total de 792 pacientes foram selecionados como  participantes do estudo e esses foram acompanhados ate´ óbito ou final do estudo em 24 meses,  sendo que o objetivo principal do estudo é avaliar o TSAQV desses pacientes. Entretanto, a  dificuldade que surge na análise estatística de dados ao utilizar o TSAQV como desfecho e que a  censura passa a ser informativa quando o tempo de sobrevivência e ponderado pela qualidade ´ de vida. Dessa forma, metodologias usuais de análise de sobrevivências  ao inconsistentes e  métodos estatísticos apropriados para a análise do TSAQV precisam ser utilizados. Para tanto,  foram estudados e aplicados métodos de estimação ao com modelos de taxa de falhas proporcionais sob censura dependente usando func¸ao de cópula. Foi realizado um extenso estudo  de simulac¸ao para avaliar a performance dos métodos de estimação em diferentes cenários  de simulação. A aplicação dos modelos para dados com presença de censura dependente foi  satisfatória, embora persista algumas dificuldades como o problema de não identificabilidade  do parâmetro ˆ α da cópula arquimediana. Entretanto, a alternativa usando o índice CV(τ) mostrou-se uma metodologia confiável para descartar a premissa de censura independente.
Palavras chave: Análise de Sobrevivência; qualidade de vida; censura dependente; cópula.

 

Data

17/11/2020
Expired!

Tempo

10:00 - 13:00
Categoria