CAEM - Centro de Aperfeiçoamento do Ensino de Matemática

Convidamos você, professor que ensina Matemática na Educação Básica, a participar do Inverno no CAEM 2022.

Nesta edição serão oferecidos, presencialmente, dois cursos de atualização com duração de 30 horas cada. São eles, "Raciocínio espacial no ensino e aprendizagem de Geometria na Educação Básica", de 11 a 15 de julho e Uma abordagem do ensino das frações segundo os seus significados, de 18 a 22 de julho. Em ambos, os participantes deverão obedecer às normas de segurança sanitárias e de distanciamento vigentes no momento da realização do curso.

Curso 1

Raciocínio espacial no ensino e aprendizagem de Geometria na Educação Básica

Datas: De 11 a 15 de julho, das 08h30 às 12h30 e das 13h30 às 15h30.

Taxa: Atividade gratuita

Tipo: Presencial

Vagas: 40

Público alvo: Professores que ensinam Matemática no Ensino Fundamental II e/ou Ensino Médio.

Inscrição: https://forms.gle/AWmnBuJGzkh6j3o59 (inscrições abertas até 06/07/2022)

Resumo:

Por que alunos sentem dificuldades na aprendizagem de Geometria? Por que professores sentem dificuldade no ensino da Geometria? Não é pretensão deste curso trazer respostas completas a tais perguntas. Em vez disso, almeja-se promover atividades que visam o desenvolvimento do pensamento geométrico com ênfase no raciocínio espacial e refletir sobre o potencial das mesmas no processo de ensino e aprendizagem da Geometria. Para tanto, serão propostas atividades investigativas, quebra-cabeças e puzzles geométricos, bem como o uso recursos tecnológicos, a fim de explorar habilidades visuais, percepção espacial e visualização geométrica. Além disso, pretende- se promover discussões voltadas à prática de sala de aula. Finalmente, podemos dizer que o curso tem como objetivo principal confrontar os participantes a situações didáticas que envolvem raciocínio espacial para que possam refletir, coletivamente, sobre o papel desse tipo de raciocínio na aprendizagem de Geometria e como tais atividades podem ser implementadas em sala de aula.

Objetivos:

Aprofundar e ampliar os conhecimentos matemáticos e didáticos dos professores participantes, especialmente em relação a conceitos e procedimentos do campo da Geometria.

  1. Com base na construção de subsídios teórico-práticos, propor aos participantes a elaboração e análise de situações didáticas visando:
    • Desenvolver o raciocínio espacial;
    • Identificar elementos em figuras planas e espaciais;
    • Reconhecer propriedades geométricas;
    • Elaborar conjecturas;
    • Resolver problemas geométricos;
    • Elaborar hipóteses e validá-las ou refutá-las baseando-se em experimentações ou deduções;
    • Desenvolver o raciocínio intuitivo e o raciocínio dedutivo.
  2. Refletir sobre o uso de materiais concretos e recursos digitais para entendimento de conceitos geométricos, enfatizando o raciocínio espacial.
  3. Analisar de que forma as tarefas propostas podem contribuir para o desenvolvimento do raciocínio espacial e identificar quais os processos de raciocínio envolvidos durante a sua resolução.

Tópicos que serão abordados:

  1. Geometria Plana
    • Figuras geométricas planas, polígonos;
    • Figuras geométrias espaciais e suas representações planas;
    • Área e perímetro;
    • Transformações geométricas;
    • Puzzels geométricos.
  2. Geometria Espacial
    • Sólidos geométricos, poliedros, poliedros regulares;
    • Elementos de sólidos geoétricos: faces, arestas, vértices, diagonais, área e volume;
    • Vistas frontal, lateral e superior.

Curso 2

Uma abordagem do ensino das frações segundo os seus significados

Datas: De 18 a 22 de julho, das 9h às 12h e das 13h30min às 16h30min.

Taxa: Atividade gratuita

Tipo: Presencial

Vagas: 40

Público alvo: Professores do 1º ao 5º do Ensino Fundamental e professores de Matemática do 6º ao 9º ano.

Inscrição:https://forms.gle/6MdEBPRcuBX1B9e47 (inscrições abertas até 06/07/2022)

Justificativa:

Segundo Bertoni (2009), as frações são um assunto temido, mal compreendido e mal aprendido, tal realidade é constatada pelo resultado obtido nas Avaliações Oficiais que atestam o baixo rendimento. A autora afirma que há muita coisa poluindo e escondendo o principal cerne desse conceito que é a ideia de número, uma ideia associada a quantificação.
Possivelmente, as abordagens atuais não estão sendo suficiente para trabalhar de forma adequada o conceito de fração e número racional. Segundo Garcia (2003) um grande problema na apresentação tradicional dos números racionais, no contexto escolar, tenha sido o abuso de representações contínuas vinculadas, sobretudo ao círculo, sem levar em conta as outras representações contínuas (retângulo, hexágono,...) e as discretas (como as fichas).
O assunto é difícil, pois abrange cinco concepções: parte-todo, medida, quociente, razão e operador, que precisam ser trabalhadas de forma coesa, contínua, sistemática e articuladas.
O professor diante dessa complexidade precisa entender muito bem as concepções do conceito matemático visando uma melhora no ensino da matemática, Thompson (1997) acredita que “qualquer esforço para melhorar a qualidade de ensino de matemática deve começar por uma compreensão das concepções sustentadas pelos professores e pelo modo como estas estão relacionadas com sua prática pedagógica”.
Diante dessa problemática, pretendemos apresentar atividades, discutir ideias e propor estratégias que dêem significados para os conceitos de fração e números racionais e conseqüentemente possam ajudar na prática docente visando melhorar o ensino desses conceitos matemáticos..

Objetivos:

  • Proporcionar aos professores atividades para sala de aula que explorem os significados das frações e os números racionais;
  • Apresentar e discutir atividades lúdicas com a intenção de melhorar a compreensãodos conceitos
  • Propor situações problemas para a aplicação das ideias pertinentes às frações e os números racionais;
  • Propor atividades investigativas (heurística) para a descoberta de propriedades e para o desenvolvimento do pensamento matemático;
  • Discutir e propor estratégias com o objetivo de superar os obstáculos epistemológicos e didáticos no processo de ensino e aprendizagem;
  • Apresentar as ideias das frações e os números racionais fazendo um percurso histórico dos egípcios até os dias de hoje;

Programa:

  • O desenvolvimento histórico do conceito de frações e os números racionais.
  • Concepção parte todo de fração.
  • Concepção quociente de fração.
  • Concepção medida de fração.
  • Concepção razão de fração.
  • Concepção operador de fração.
  • Problemas envolvendo os conceitos de frações e números racionais.
  • Apresentar jogos e atividades lúdicas visando o uso na sala de aula.
  • Trabalhar com diversos modelos para melhorar compreensão dos conceitos envolvidos.